• O Amor É o Oposto do Medo

Sentido


Mais que mil dias, essa chuvinha ajuda a sentir tua falta por mais que mil dias… o mi menor que me encanta servindo também pra te decantar… Vinho, queres vinho? Onde estás agora? Em algum lugar errado, errando em sonhos, me despertando infinitamente nessa noite rara talvez só para que eu cante os poucos sentimentos que penso que sei cantar… Desperto infinitamente, agora cantando aberta na noite rara do dia louco em que maltrataras aquela em cujo corpo aflora por ti um sentimento longo e claro que nem faz muito sentido, agora; teu cheiro em minhas mãos restara, a raiva louca que eu não gozara, o gozo em cujo corpo aflora um prazer eternamente raro que nem faz muito sentido, agora; quando dormias sentado, cara, carinhos que em teu rosto eu deixara, desse teu corpo que então aflora toda a loucura da qual não saro que nem faz muito sentido, agora; mas que pra sempre já me marcara e eu lembro quando bem me trataras de tudo o que de meu corpo aflora: o ouro fino, o ouro mais caro que é amor e faz sentido, agora. FICHA TÉCNICA Flavia Virginia: voz, piano e teclado Rodrigo Donato: percussão Idimakaji: percussão


0 visualização

Textos

FOTOS

Acauã Novais, Chilala Moco, Marcílio Godoi, Mari Bonfanti, Mariana Álvarez, Naif Nogueira

CONTATO

Avenida São João, 313/2. andar . Centro . 01035-000 . São Paulo-SP . Brasil

55 11 9 6842-0340   |   flaviavirginia@flaviavirginia.com.br

COPYRIGHT

© 1972-2972 Flavia Virginia. Todos os direitos reservados.